Loading

Violent CasesPois é! Antes de Sandman, de Asilo Arkham ou até de Orquídea Negra! O primeiro trabalho de Neil Gaiman e Dave McKean é Violent Cases, graphic novel que acaba de ser lançada no Brasil.

Esta HQ praticamente lançou suas carreiras e saiu na Inglaterra em 1987. Foi a partir dali que tanto o escritor quanto o desenhista foram convidados para trabalhar nos quadrinhos dos EUA. O “resto”, você que conhece, é o temos estampado nas livrarias e objeto de desejo de colecionadores e admiradores.

Violent Cases tem Gaiman como narrador, relembrando uma visita ao osteopata durante sua infância. O médico lhe conta as aventuras de seu antigo emprego – como capataz de Al Capone. As memórias de infância começam a construir uma história, fictícia ou não, sobre gângsters, assassinatos e violinos.

Não há fadas, elfos ou raças de outras realidades. Não há demônios, magos ou bruxas. Magia e misticismos tampouco. O que há é uma bela história, bem contada, recheada de referências cult. Ainda, há quem pergunte: por que não traduziram o nome? Bom, isso é proposital. Faz parte de um trocadilho muito bem elaborado e que perderia toda graça e sentido se traduzido.

Confesso: não sou o mais fiel seguidor do trabalho de Gaiman, mas Violent Cases é uma experiência simples e cativante. Uma grata surpresa, que já tem seu devido lugar em minha estante!

Em capa dura, o álbum saiu pela Editora HQManiacs e tem preço sugerido de R$ 39,90 estando à venda em livrarias e comic shops.

Compare aqui os preços das obras de Neil Gaiman no Buscapé.

<p>Dinheiro não traz felicidade… mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!</p>

Top