Loading

Sinopse oficial: Internado num asilo para idosos porque sofre de Alzheimer, Emílio encara a vida comunitária como uma prova difícil de se vencer. Mas ele aceita rapidamente o seu novo ambiente e decide lutar para escapar à decadência que sua doença o levará.
Para o autor, a comunidade do ser-humano lembra uma biblioteca, na qual os livros se empilham em montanhas de papel amarelado, povoadas de sonhos e fantasias.
O desgaste de toda uma vida os cobre de rugas, e alguns veem as letras das suas páginas se apagarem, folha após folha, até ficarem totalmente brancas. Apesar disso as emoções mais intensas sobrevivem, preservadas como um tesouro escondido numa ilha distante.

Que difícil é o exercício de se imaginar na velhice e convivendo com os percalços que a idade nos traz. Observando os mais velhos, nossos avós por exemplo, podemos ter uma ideia de com seria, do que queremos para o futuro, ou mesmo como planejar para o que vem a seguir.
Não estamos aqui falando de um quadrinho comum. Pessoalmente vejo como umas das melhoras obras que li, tanto em arte quanto texto, somando-se a relevância.

Se você nunca visitou um lar de idosos (também chamado de asilo para velhinhos), recomendo que o faça, pelo menos uma vez na vida (jovem). Esta obra não trata somente do Alzheimer, mas também dos diferentes aspectos e motivações que levam uma pessoa a se instalar (ou ser instalada) em um lar de idosos. O texto reúne diversos relatos reais e adaptados de vida de Paco e de amigos. Sua arte é algo a se estudar: limpa e completa, cada página foi cuidadosamente estudada para transmitir uma sensação, não só a informação gráfica-visual. E que capa…

Não temos aqui heróis salvando o planeta, dramas épicos ou sci-fi. É só a vida, um extrato de vidas normais que estão por aí, ao nosso lado ou nos esperando na próxima esquina da vida.

Aproveito para deixar algumas informações básicas sobre a doença, silenciosa e cruel para o doente e a família.

Alzheimer
Requer um diagnóstico médico – perda de memória e confusão são os principais sintomas.

As pessoas podem ter:
Na cognição: declínio mental, dificuldade em pensar e compreender, confusão durante a noite, confusão mental, delírio, desorientação, esquecimento, invenção de coisas, dificuldade de concentração, incapacidade de fazer cálculos simples, incapacidade de reconhecer coisas comuns ou perda de memória recente
No comportamento: agitação, agressão, inquietação, irritabilidade, mudanças de personalidade, repetição sem sentido das próprias palavras, dificuldade para exercer funções do dia a dia, falta de moderação ou vagar sem rumo e se perder
No humor: apatia, descontentamento geral, mudanças de humor, raiva ou solidão
Sintomas psicológicos: alucinação, depressão ou paranoia
Também é comum: fala embaralhada, incapacidade de coordenar movimentos musculares ou perda de apetite

O tratamento consiste no uso de medicamentos que melhoram a cognição – não existe cura, mas os medicamentos e as estratégias de controle podem melhorar os sintomas temporariamente.

Exercício físico – fazer uma atividade aeróbica por 20-30 minutos, cinco dias por semana, melhora a condição cardiovascular. Em caso de lesão, praticar uma atividade que evite usar o grupo muscular ou articulação lesionados pode ajudar a manter a disposição física durante a recuperação

Sobre o autor, Francisco Martínez Roca, também conhecido como Paco Roca (nascido em 1969 em Valência, Espanha ), é um cartunista de tirinhas espanholas com experiência em graphic novels e ilustrações de publicidade. Se considera uma daquelas pessoas privilegiadas que conseguiram viver de seu sonho de infância. Desde pequeno queria trabalhar desenho e agora combina ilustração com quadrinhos.

Como ilustrador, fez todos os tipos de trabalhos, desde publicidade até editoras, passando pelo mundo da imprensa.

Nas palavras do autor: Me planteé hacer esta historia por mis padres. Quería hablar sobre la vejez de las personas. Este es un tema demasiado amplio así que me centré en las residencias de ancianos. Al tratar este tema era imposible no hacerlo también sobre el alzheimer. Emilio, el protagonista, está inspirado en el padre de mi buen amigo MacDiego. http://www.pacoroca.com/

Prêmios:
Mejor álbum y Mejor Guión en el Festival de Cómic de Barcelona
Mejor álbum en Expo cómic, Madrid
Premio Nacional de Cómic 2008
Mejor álbum en los festivales de Lucca y Roma
Premio del Ministerio de Cultura de Japón
Shogakukan Shueisha Productions (2011)
Holanda. Silvester (2009)
Finlandia. Wsoy (2009)
Tunué (2008)
España. Astiberri (2007)
Francia. Delcourt (2007)

Capa dura: 106 páginas
Editora: Devir Livraria; Edição: 1 (8 de dezembro de 2017)
Idioma: Português
ISBN-10: 857532621X
ISBN-13: 978-8575326213
Dimensões do produto: 25,8 x 20 x 1,4 cm

<p>Dinheiro não traz felicidade… mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!</p>

Top