Loading

Considerado um dos melhores álbuns de quadrinhos já produzidos, Os Companheiros do Crepúsculo se passa na Idade Média durante a Guerra dos Cem Anos. A história é centrada nos personagens do Cavaleiro, Mariotte e Anicet, em sua busca por redenção ou pela simples sobrevivência.

Misturando fantasia e lutas sangrentas, cenas cotidianas e um tom de erotismo, um dos destaques desta obra-prima das HQs é o belo e detalhado traço do autor, que transporta os leitores para os cenários e o clima da época. Imperdível para quem gosta de grandes histórias e para os amantes da arte dos quadrinhos!

comp-crep-int
Originalmente produzida na França 30 anos atrás, a obra lançada recentemente no Brasil traz a compilação dos três volumes que compõem Os Companheiros do Crepúsculo:

O Sortilégio do Bosque das Brumas – Século XIV, plena idade média, Europa feudal. Provavelmente, a pior época e lugar para uma mulher viver, especialmente uma garota como a bela ruiva Mariotte, criada pela avó feiticeira, versada nas tradições das religiões antigas, transformadas em lendas pelo advento do cristianismo.
Vivendo isolada com a avó, Mariotte é mal vista pelos habitantes da aldeia próxima, especialmente por um detestável mancebo de nome Anicet, que não cansa de atormentá-la. Até que um acaso do destino a leva a um inesperado encontro com uma horda de soldados deserdados nas matas.

Os Olhos de Estanho da Cidade Glauca – Temporariamente desgarrada de seus companheiros de viagem, Mariotte conhece uma menina de cabelos negros chamada Yuna, igualmente criada por uma avó feiticeira e com o dom de, aparentemente, realizar milagres.
Após causar, inadvertidamente, a morte de sua avó num incêndio, Yuna parte com os companheiros e um menestrel numa sombria aventura. O cavaleiro decide ajudar os dois duendes exilados do volume anterior em sua guerra contra uma raça de criaturas abomináveis que servem à força negra: os Dhuards.

O Último Canto das Malaterre – Após uma longa jornada, os três amigos chegam à cidade de Montroy onde, finalmente, o cavaleiro descobre toda a verdade sobre a linhagem de sua falecida amada Blanche e suas irmãs Carmine e Neyrelle. Uma dinastia de mulheres descendentes de fadas e sereias, personificações das forças que regem o universo e o gênero humano: o branco, o vermelho, o negro, como as três faces da Deusa, tornada obscura e sinistra por um emergente império das crenças cristãs.

quadrinho-bourg

A luxuosa edição da Nemo que tenho na estante possui formatão europeu (24 x 32 cm) em capa dura e ótima impressão em um papel couché de boa gramatura. Faltou um texto introdutório, apresentação da obra ou referência biográfica do artista, o que viria a engrandecer ainda mais o inédito volume. Mas tudo bem, não diminui a obra como um todo.

Se você gosta de O Senhor dos Anéis ou As Brumas de Ávalon esta leitura é obrigatória, não apenas pela qualidade do texto e arte, mas a experiência em si, que nos transporta para a época absurdamente.

Autor: François Bourgeon (roteiro e arte) – Originalmente em Les compagnons du crépuscule (tradução de Fernando Scheibe).
Preço médio: R$ 94,00
Número de páginas: 240
Data de lançamento: Julho de 2013

<p>Dinheiro não traz felicidade… mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!</p>

Top