Melhores do Ano – 2019

Já terminou a CCXP?
Já temos a data do Especial Roberto Carlos?
O décimo terceiro já caiu e já se foi?
A uva passa já está comprada? Então quer dizer que chegou a hora de nossa retrospectiva anual, onde com nossa própria régua medimos o que lemos de bom durante o ano.
Além de indicações de leitura, também vamos elencar alguns destaques que moveram nosso mercado de quadrinhos e afins. O critério aqui engloba tanto quadrinhos lançados em 2019, quanto antigos, mas que li durante o ano. Prepare o cartão de crédito e vamos lá, afinal, não importa a época do ano, #dêquadrinhosdepresente!

QUADRINHO REVELAÇÃO NACIONAL

Três Buracos – Shiko – Ed. Mino
http://fanzine.com.br/tres-buracos-shiko/
Tânia e seu irmão cresceram entre o garimpo, o puteiro e o cemitério. Daí o nome do lugar: “Três Buracos”. Foi cavando a cova de um enforcado que Delegado, pai dos dois, descobriu “a maior turmalina que já brilhou no mundo”. No entanto, essa descoberta trouxe desgraça a ele e a todos do garimpo. Anos depois, Tânia, sua companheira Cleonice e seu irmão Canhoto juntam suas vidas desgraçadas em torno de um plano. Buscam riqueza, liberdade e redenção, mas a morte está sempre a cavar covas em Três Buracos.

Quando você foi embora – Ana Cardoso – Ed. Balão
http://fanzine.com.br/quando-voce-foi-embora-ana-cardoso/
Quando você foi embora é mais um trabalho de fôlego da autora mineira Ana Cardoso. Essa longa HQ parte da premissa da relação afetiva de um cão com seu dono. E o que acontece com o emocional de um animalzinho que é só “coração” quando seu dono não está mais lá? A protagonista Luzia se vê às voltas com essas questões quando acaba precisando cuidar de um cãozinho que acabou sozinho no mundo. Só que ela não pode parar o ritmo da vida dela por causa disso e acaba envolvida em uma série de dilemas. O resultado é uma HQ sensível e emocionante que tocará o coração de todos que já tiveram um bichinho de estimação.

QUADRINHO REVELAÇÃO ESTRANGEIRO

Habla Maria – Bef
http://fanzine.com.br/habla-maria-uma-graphic-novel-sobre-o-autismo/
Neste quadrinho cativante, há duas vozes.
Uma é a de Bef, que conta um caminho pessoal que todas as pessoas próximas a uma criança com habilidades diferentes reconhecerão. O outro é o de Maria, que fala com o poder e a beleza de um instrumento musical desconhecido. Você apenas tem que aprender a ouvir isso. Um testemunho gráfico comovente sobre paternidade, deficiência intelectual, amor e esperança.

A Menina do Outro Lado – Nagabe – Darkside
http://fanzine.com.br/a-menina-do-outro-lado-nagabe/
Em um país dividido entre pessoas normais e seres amaldiçoados, Shiva é uma menininha que foi acolhida por uma estranha criatura meio animal e meio humana. Sensei, como é chamado, não pode ser tocado e vive fora da cidade. Afastado do convívio com os demais e ciente dos perigos e maldições que os rodeiam, Sensei alerta Shiva para que ela não saia sozinha. Porém, quando a menininha decide reencontrar sua tia desaparecida, regras são quebradas — e a vida que eles conheciam é colocada em risco.

REPUBLICAÇÃO QUE FALTAVA

Conan Capa Dura e novas histórias

Capa Dura – Panini
Resgata as histórias clássicas do Conan com um bom trabalho editorial e extras. É imprescindível para sua coleção? Talvez não por completo, pois a passada a fase clássica, entrarão outros autores e desenhistas não tão importantes

Novas Edições – Panini
Bola dentro da Panini neste ano, lançando dois novos quadrinhos bimestrais e alternados entre si: Conan o Bárbaro e A Espada Selvagem de Conan, com novas histórias e novos talentos no texto e arte. Os números iniciais estão valendo a pena e tomara que continuem assim!

EDITORA DESTAQUE

Pipoca e Nanquim + Darkside

Pipoca e Nanquim fazem uma curadoria espetacular e diversificada, lançando ao longo do ano campeões de vendas (Amazon). Neste ano também anunciaram quadrinhos próprios com artistas nacionais. Certeza de ótimo material vindo por aí. O acabamento gráfico e trabalho editorial também são destaque.

DarkSide Books em seu selo de graphic novels sobe a barra do mercado a cada ano! Também possui um trabalho editorial fantástico, acabamento impecável e de quebra, brindes muito legais. Seus marcadores de páginas são verdadeiros colecionáveis.
Todos os quadrinhos lançados neste ano, focados na ação ou terror, são dignos de colecionadores.

Essa dobradinha foi meu foco durante o ano. Recomendo!

NINGUÉM ESPERAVA E FOI ÓTIMO

Aurora das Sombras – Darkside
http://fanzine.com.br/aurora-nas-sombras-fabien-vehlmann-kerascoet/
Um grupo de pequenos seres é obrigado a sair do lugar aconchegante onde mora e iniciar uma luta pela sobrevivência em um mundo terrível. Tudo parece dentro dos conformes, certo? Bem, mais ou menos. A casa deles era o cadáver de uma garotinha estirado no meio da floresta, e o lugar para onde eles vão não é nada mais, nada menos que o mundo que conhecemos como nosso. Seria como se David Linch interpretasse Alice no País das Maravilhas…
Indicado ao Prêmio Eisner em 2015, o quadrinho, escrito por Fabien Vehlmann e ilustrado pelo casal Marie Pommepuy e Sébastien Cosset (que assina como Kerascoët), conta a história da doce Aurora e seus amigos conforme eles viajam por um mundo estranho. Cercados por perigos e incertezas, eles se veem confrontados por situações extremas que despertam sentimentos como inveja, egoísmo, rancor e ganância. Formar alianças fica cada vez mais difícil, e quando o grupo começa a se desestruturar, Aurora se vê diante de um dilema: até onde ela está disposta a ir para sobreviver?

Fragmentos do Horror – Mangá Darkside
http://fanzine.com.br/fragmentos-do-horror-junji-ito/
Fragmentos do Horror é uma coleção de histórias curtas, perfeitas para quem quer experimentar o que essa mente tão delirante é capaz de produzir. Itosan oferece ao leitor nove encontros com o desconhecido. Cada quadrinho pode ser fatal, cuidado! Entre as histórias da coletânea, temos uma mansão velha de madeira que gira sobre seus habitantes. Uma turma de dissecação com um assunto nada comum. Um funeral em que os mortos definitivamente não são postos para descansar. Variando do aterrorizante ao cômico, do erótico para o repugnante, essas histórias apresentam o retorno de Junji Ito há muito aguardado para o mundo do horror.

“OI SUMIDO!”

Imortal Hulk – Panini
A volta do Incrível Hulk, agora “imortal”, foi um lançamento muito aguardado, pelo menos por mim, fã desde sempre, depois de fases medíocres e mal aproveitamento do gigante verde nas sagas dos últimos anos. Com desenhos do brasileiro Joe Bennet, capas de Alex Ross, neste ano tivemos um encadernado capa mole com os primeiros números da revista Immortal Hulk. Que venham os próximos!!!

Umbrella Academy
http://fanzine.com.br/the-umbrella-academy-a-hq-e-a-serie-netflix/
Na onda da primeira temporada da série da Netflix, a leitura mesmo que atrasa dos dois volumes de Umbrella Academy são obrigatórios para qualquer colecionador. A série acaba sendo uma adaptação com algumas soluções melhores que o quadrinho, porém a HQ tem muitos adendos divertidos que a série (ainda) não mostrou.

SÉRIE QUE SAIU SOMENTE ENCADERNADA

Tokyo Ghost – Rick Remender & Sean Murphy – Darkside
http://fanzine.com.br/tokyo-ghost-rick-remender-sean-murphy/
Ilhas de Los Angeles, 2089. O planeta foi tomado pelos oceanos, mas a água é tão poluída que dissolve a pele. A humanidade está viciada em tecnologia em níveis inimagináveis, mesmo para os tempos em que vivemos hoje. A grande maioria, desempregada e famélica, vive em busca da alienação e um pouco de paz que o “barato” digital proporciona. Mesmo que para isso os tecnoiados precisem roubar e matar.

Lady Killer – Joëlle Jones
http://fanzine.com.br/lady-killer-joelle-jones/
Josie Schuller é uma esposa dedicada, uma mãe amorosa e… uma assassina de aluguel. Ela é capaz de equilibrar os deveres de uma típica dona de casa norte-americana dos anos 1960 com uma porção de assassinatos a sangue-frio, até que um pequeno deslize faz com que seu chefe ameace aposentá-la de vez. Com texto afiado de Joëlle Jones em parceria com Jamie Rich, e ilustrações matadoras da própria Jones (trocadilhos 100% intencionais). O segundo volume já foi anunciado para início de 2020!

MELHOR GRAPHIC NOVEL NACIONAL

Tina – Fefe Torquato – Graphic MSP
http://fanzine.com.br/tina-respeito-fefe-torquato/
Jornalista recém-formada, Tina finalmente realiza o sonho de trabalhar em uma redação. Ela só não esperava que seu maior desafio fosse ser pessoal, e não profissional. Em Respeito, Fefê Torquato usa a clássica personagem de Mauricio de Sousa para expor um problema que mulheres enfrentam dia a dia, e precisa acabar: o assédio. Mais um potencial ganhador de prêmio Jabuti em 2020, assim como Jeremias foi em 2019!

 

MELHOR GRAPHIC NOVEL ESTRANGEIRA

Solitário – Chaboute – Pipoca e Nanquim
http://fanzine.com.br/solitario-chaboute/
Em um pequeno farol numa ilhota afastada do resto do mundo, um eremita experimenta uma vida rodeada de solidão. Morador do lugar desde que nasceu, há 50 anos, a rocha é seu navio de granito; uma embarcação imóvel e segura que não o leva a lugar algum e que jamais chegará a nenhum porto… Afinal, por que sair dali, se o mundo além desse horizonte é tão assustador? Para onde fugir quando não há lugar para ir? Como combater o isolamento e evitar que o silêncio perpétuo se torne ensurdecedor? Anos passados em sua rocha, recebendo comida do mar e tendo a imaginação como única companheira…

HOMENAGENS DO ANO

Jack Kirby 25 anos sem o Rei
http://fanzine.com.br/jack-kirby-25-anos-sem-o-rei/

Marvels 25 anos
http://fanzine.com.br/marvels-de-alex-ross-25-anos/

MENÇÕES HONROSAS (QUE PODERIAM ESTAR EM QUALQUER OUTRA CATEGORIA DE “MELHORES”)

Batman – Marini http://fanzine.com.br/batman-o-principe-encantado-das-trevas-vol-1-e-2-enrico-marini/

Predadores – Marini http://fanzine.com.br/predadores-enrico-marini-jean-dufaux/

Cebolinha Recuperação http://fanzine.com.br/cebolinha-recuperacao-gustavo-borges/

Beasts of Burden: Rituais Animais & Cães Sábios e Homens Nefastos http://fanzine.com.br/beasts-of-burden-rituais-animais-caes-sabios-e-homens-nefastos/

Jane http://fanzine.com.br/jane-aline-brosh-mckenna-ramon-k-perez/

Ficamos por aqui e que 2020 seja tão repleto de quadrinhos bons quanto foi 2019!



Fabio Camatari Escrito por:

Dinheiro não traz felicidade... mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!