Loading

O Oscar 2014 já tem um dono em potencial e é Gravidade (Gravity).
Seja no quesito Edição, Melhor Atriz (Sandra Bullock), Melhor Ator Coadjuvante (George Clooney), Edição de Som, Direção (Alfonso Cuarón) ou mesmo Melhor Filme, qualquer resultado que não seja uma destas estatuetas, não fará jus ao filme.
São 90 minutos de suspense e ficção científica da melhor qualidade.

Particularmente posso afirmar que muito do mostrado no filme reflete ciência espacial como ela é: a engenharia da Space Shuttle,, os módulos de serviço e as estações espaciais são, sem exageros, réplicas fidedignas. Menos de dois meses atrás, tive o privilégio de visitar o Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral (Florida/EUA). Passeio completo, um dos dias mais marcantes da minha vida. Num dos pontos visitados, pudemos assistir a um documentário em IMAX sobre a EEI (Estação Espacial Internacional). Foi como voltar para lá durante o filme.

Claro que há alguns pontos técnico-científicos que não refletem a física real, mas de tão específicos, você como leigo não vai notar. Só os astronautas haters estão reclamando.

Destaques, sem spoilers: no começo do filme há uma cena com mais de 10 minutos SEM CORTES! A câmera viaja e muda de ângulos sem trocas de planos, sem cortes. Vaga pelo espaço, pelos equipamentos, fecha close na Dra. Ryan (Bullock) até entrar dentro do capacete dela e fazer uma das melhores tomadas em primeira pessoa que já vi. É impossível não torcer por Sandra Bullock neste filme. Não tem drama sem justificativa e não tem final covarde. O filem respeita a inteligência de quem o assiste e te deixa refletir sobre o final. Você não precisa de um tempo depois do filme para entendê-lo, ele já garante que a reflexão seja durante ele.

Na trama, Clooney vive o papel de um astronauta experiente, divertido e altamente capaz. Bullock é marinheira de primeira viagem e vive uma drama pessoal. Durante uma missão de reparos no telescópio Hubble, uma sequência de destroços (lixo espacial mesmo) inicia uma “história a ser contada”.

Dois atores, um cenário, uma ótima ficção e uma direção classe A. Não se precisa mais que isso. Perfeito.
Vou poder contar no futuro que assistia este filme nos cinemas.

Nota: quanto maior e melhor a sala 3D, maior a experiência.

Gravidade (Gravity)
EUA, Inglaterra , 2013 – 90 min – Ficção científica
Direção: Alfonso Cuarón
Roteiro: Alfonso Cuarón, Jonás Cuarón
Elenco: Sandra Bullock, George Clooney, Eric Michels, Basher Savage, Paul Sharma

Nossa avaliação:
( _ ) Ruim pacas, devolva meu dinheiro!
( _ ) Regular, devia ter esperado sair na TV…
( _ ) Bom, cumpriu o prometido sem pisar no tomate!
( _ ) Muito bom mesmo, valeu o ingresso!
( X ) Modafoca!

<p>Dinheiro não traz felicidade… mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!</p>

Top