Loading

Vale fazer resenha de Yearbook? Claro que vale!

Ao final de 2016, durante minha visita ao stand da Chiaroscuro, tive o prazer de retirar meu exemplar do Chiaroscuro Studios Yearbook 2016, um projeto que teve sua pré venda lançada pelo Catarse.me.

Sabe aquele tipo de livro bacana, que você pode deixar na sala para sempre folhear? Ainda por cima, com artistas em sua maioria brasileiros, com trabalhos reconhecidos lá fora!

A edição conta com 120 páginas, em capa dura (por Rafael Grampá) e impressão em couchê fosco 150g, no tamanho de 21 cm x 31 cm e é bilíngue (português e inglês).
yearbook-livro-aberto
Cada artista teve uma página dupla, trazendo seus trabalhos no ano e uma ARTE INÉDITA, criada para este livro. No livro há duas páginas sobre cada artista, sendo que a página da esquerda (par) traz uma bio resumida e uma seleção daquilo que o artista fez de mais importante ao longo de 2016 em texto e imagens (HQs publicadas, novos projetos, capas, commissions) e, na página da direta (ímpar), uma ARTE INÉDITA do artista, criada exclusivamente para este Yearbook.
captura_de_tela_2016-09-24_as_11-52-23
A Chiaroscuro Studios é uma das maiores empresas de agenciamento de quadrinistas do mundo, responsável pelo gerenciamento de carreira de 53 artistas do Brasil e do exterior. Juntos, seu “plantel” produz mais de 20 revistas em quadrinhos por mês, publicadas por grandes editoras como DC Comics, Marvel Comics, AfterShock Comics, Dark Horse e Titan Comics entre outras, além de quadrinhos autorais dos artistas, design de colecionáveis e até mesmo livros de colorir e diversos outros projetos. Criada por Ivan Costa (criador do projeto Ícones dos Quadrinhos) e Joe Prado, a Chiaroscuro Studios também é co-criadora da CCXP Comic Con Experience, o maior evento de cultura pop da América Latina.
capa-yb2016

O livro é um primor! Conhecer um pouco mais dos autores, saber onde estão atualmente e muitas vezes reconhecê-los em quadrinhos que nem imaginávamos, é uma experiência muito boa. Assim como é bom saber o valor do artista brasileiro lá fora.

Que venham novas dições, recheadas de artes incríveis (e posteriores autógrafos nas próximas CCXPs!).

<p>Dinheiro não traz felicidade… mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!</p>

Top