Categoria: FANZINE

20 de fev de 2018 / / FANZINE

Sinopse oficial: Internado num asilo para idosos porque sofre de Alzheimer, Emílio encara a vida comunitária como uma prova difícil de se vencer. Mas ele aceita rapidamente o seu novo…

16 de fev de 2018 / / FANZINE

Sinopse Oficial: Será possível identificar os traços de personalidade de um assassino antes mesmo que ele comece a matar? Imagine descobrir que um amigo seu de escola acabou se transformando num dos mais temidos serial killers do século? Essa é a história real que o quadrinista Derf Backderf relata na graphic novel MEU AMIGO DAHMER.

16 de out de 2017 / / FANZINE

Sinopse Oficial: Durante uma década, de 1980 a 1990, o Peru foi devastado por uma guerra suja entre o grupo “Sendero Luminoso” e o governo do país. Nessa guerra, as maiores vítimas foram os camponeses, pegos no fogo cruzado entre militares e guerrilheiros. Cerca de 70 mil pessoas foram mortas e outras tantas foram presas e torturadas. Muitas desapareceram. Esta história em quadrinhos é um testemunho chocante desse período de violência que marcou um país.

10 de mar de 2017 / / FANZINE

Quadrinhos servem tanto para divertir, quanto para informar. Fax de Sarajevo informa, de forma jornalística, os horrores cometidos durante o Cerco de Sarajevo: o mais longo cerco da história da guerra moderna, tendo sido realizado pelas forças sérvias da autoproclamada República Srpska e do Exército Popular Iugoslavo. Durou de 5 de abril de 1992 a 29 de Fevereiro de 1996, durante a Guerra da Bósnia, entre as mal equipadas forças de defesa da Bósnia e Herzegovina, o Exército Popular Iugoslavo e o Exército da República Srpska, situados nas colinas que rodeiam a cidade. A obra, belíssima graphic novel produzida por Joe Kubert registra os horrores vividos pelo editor de quadrinhos Ervin Rustemagić, sua esposa e seus filhos durante o Cerco. Ninguém podia deixar a cidade sem arriscar cair nas mãos de patrulhas ou franco-atiradores sérvios.

25 de set de 2015 / / FANZINE

Sinopse Oficial: Certa noite, o diretor da Rádio do Povo, em Moscou, recebe um telefonema após a transmissão ao vivo do Concerto para piano nº 23, de Mozart. É Josef Stálin, o homem mais poderoso da União Soviética e um dos líderes mais temidos do mundo.
Stálin pede uma gravação da peça. Nada, porém, foi registrado. Será preciso repetir o concerto e manter o nível da interpretação anterior. O diretor entra em pânico: qualquer erro pode colocar em risco a cabeça de todos.
Posteriormente, enquanto escuta a gravação, Stálin sofre um derrame, que o levará à morte, em março de 1953. Logo começam as conspirações para sucedê-lo, encabeçadas por Lavrenti Béria e Nikita Kruschev. Era o começo do fim de uma das mais terríveis experiências políticas do século XX.
Premiada na França como a melhor HQ no festival Encontros com a História, A morte de Stálin recria em tom de sátira expressionista o clima de conspiração, paranoia e medo da URSS stalinista.