Loading

(Alerta para spoilers “leves”, sem comprometer a leitura da historia principal)

Batman: Hush, no Brasil “Batman: Silêncio”, é uma historia em quadrinhos do nosso já conhecido morcegão, com a presença de um vilão central não tão conhecido assim.

Com o roteiro de Jeph Loeb (The Long Halloween) e arte de Jim Lee (Superman: For Tomorrow), o morcego começa a história em um tenso resgate, envolvendo um garoto de família rica, no qual seus pais e a polícia cedem ao pedido do sequestrador e entregando 10 milhões de dólares para ter o garoto de volta. Ao chegar ao local, o morcego derruba alguns dos sequestradores, mas logo descobre que o mentor da ação é Killer Croc, que o surpreende com uma bela luta. Com uma vitória sofrida, o morcego resgata a criança e a entrega à polícia, que posteriormente se da conta que o dinheiro sumiu, levado pela Mulher Gato.

Após esse primeiro ato, o morcego persegue a Mulher Gato, e, durante os saltos entre os prédios, o seu “grip” é arrebentado por algo, que o faz cair e se ferir gravemente, tendo que ser resgatado pela Caçadora (Huntress). Paralelamente, a Mulher Gato se encontra com Hera Venenosa, e ali ocorre um dialogo suspeito, dando a entender que tem algo maior acontecendo.

Bruce está de volta à caverna, sendo tratado por Alfred, e pede ao seu fiel mordomo que o leve ao medico Thomas Elliot, a partir disso somos apresentados a um antigo amigo de Bruce, mas até então desconhecido pela maioria dos leitores casuais. Daqui pra frente, veremos muitos flashbacks de Bruce e Thomas, colocados ali para conhecermos o personagem e ao mesmo tempo ele ganhar uma profundidade e importância na vida do morcego.
Eis, a meu ver, um dos poucos pontos negativos dessa historia, nós somos apresentados a um personagem significativo na vida de Bruce, mas que nunca foi mencionado, sendo questionado acerca de sua existência até por Robin durante a trama.

Quando Bruce se recupera o suficiente para entrar em ação, ele volta a investigar a situação dinheiro-Killer Croc-Mulher Gato-Hera Venenosa, descobrindo a partir daí que a situação não é tão simples assim, existe alguém agindo por trás dos velhos desafetos do morcego.

Nos eventos seguintes, temos uma aprofundada no relacionamento entre Wayne e Elliot, e Batman tem que enfrentar antigos inimigos como a Hera Venenosa, Arlequina, Coringa, Charada e um velho amigo, o Superman, até que o nosso novo vilão, conhecido como Hush, apareça.

Batman: Hush é um prato cheio para os novos leitores e para os fãs do universo do morcego, com muitos vilões clássicos e muita porrada, a leitura se torna ainda mais gostosa com a arte magnífica de Jim Lee, pecando apenas na introdução de um personagem que se mostrou tão importante na historia do morcego, e entregando facilmente a identidade do novo vilão, sendo compensado com o sempre bom roteiro de Jeph Loeb.

Os melhores links da semana no Ocioso

Você lembra do Caio Castro novinho no começo da carreira?
Por onde anda Patrícia de Sabrit?
Cinco Mitos sobre filmes famosos que foram desvendados

<p>Dinheiro não traz felicidade… mas compra quadrinhos, que é quase a mesma coisa!</p>

Top